Emoções Elevadas

exalted emotions

Emoções elevadas são um factor crucial no desenvolvimento espiritual e na evolução. Elas são como a alimento para a alma que a ajuda a crescer. As emoções elevadas ligam-nos com os sentimentos mais elevados, com Deus. Elas criam uma aura de protecção contra qualquer mal em volta da pessoa. Elas criam a energia do sucesso e curam o corpo. Elas são a maneira de resolver todos os nossos problemas.

Se emoções elevadas forem cultivadas por um grupo de pessoas, como no exemplo de criar uma “meditação do campo de amor”, então elas são mesmo capazes de curar uma pessoa que esteja doente, criar harmonia e paz na família e no mundo, ajudar a resolver qualquer conflito e até prevenir um desastre natural.

De maneira semelhante as emoções negativas têm um efeito negativo na saúde, atraem situações destrutivas e criam um campo energético que atrai infortúnios e conflitos. Se um grupo de pessoas cultiva emoções negativas, elas podem influenciar o aparecimento de guerras e desastres naturais. É por isso que é importante fazer várias praticas espirituais como a pratica o “tempo das lagrimas” tão frequentemente quanto possível. Isso irá ajudar a cultivar emoções elevadas. Oiça música divina, cantos religiosos e tente buscar experiências (caminhadas na natureza, filmes) que abrem o coração para o amor, compaixão e bondade. Afaste-se da desonestidade e apego a emoções negativas. O suprimir as emoções negativas não é o suficiente. Precisa de eliminar os pensamentos e as crenças que criam emoções negativas em você. Estas crenças e pensamentos escondem-se muitas vezes sob a mascara da rectidão, de diversas justificações, suspeição e ilusões.

Emoções aparecem quando nós nos apegamos a uma situação, ideia ou crença que cria essas emoções. É por isso que quando experimentamos emoções negativas, nós devemos examinar a causa e perguntar a nós mesmos: “ Com o que é que me estou a identificar? O que é que me está a matar?” Depois precisamos de encontrar qual é a ilusão, a mentira, a crença que criou essas emoções. Por exemplo, imaginar que alguma coisa de mal irá acontecer irá criar medo em você. Inveja quanto você se compara com os outros, estar apegado a algo ou a alguém cria uma falsa rectidão, sentir-se ofendido, pensando que algo não está correcto cria raiva – todas estas coisas criam emoções negativas.

Muitas vezes a pessoa não repara na mentira que é a raiz de todas essas emoções negativas. Ela cria todas as possibilidades de autojustificação. Mas se reparar atentamente em si mesmo e se se tornar consciente de todos os seus processos internos irá conseguir notar como é que as suas emoções negativas aparecem e poderá trabalhar para as eliminar. Irá ajudar se se lembrar de como é que essas emoções negativas foram plantadas na sua psique quando era criança, quanto você imitou os adultos ou quando o seu pai ou mãe expressou raiva quando algo não foi da maneira que eles queriam. Ou talvez você foi comparado constantemente com os outros e lhe foi dito que alguém era melhor que você? Essa análise o irá ajudar a compreender o processo de como as emoções negativas aparecem dentro de si.

A base das emoções negativas é um apego doentio à ideia do “Eu”, isto é o ego e a ilusão de uma falsa identidade criada por uma sociedade doente.

É importante compreender que a ideia do Eu, de quem você é, é completamente fabricada. Ideias tal como a raça, nacionalidade, pertencer a uma determinada religião ou classe social, são só diferentes “títulos” que compõem a falsa identidade. Esses “títulos” são a base das emoções negativas e não são quem você é verdadeiramente. Devem ser tomados com sentido de humor. Você deve aprender a rir de você mesmo quando se identificar e apegar com essas ideias.

As emoções elevadas também são criadas com base em ideias, mas de um diferente tipo – o tipo que pode levar a pessoa para fora das fronteiras da vida mundana – ideias como bondade divina, amor, piedade, compaixão, graça, empatia, ajudar ao próximo, servir um propósito elevado, etc. Quando focamos a nossa atenção nessas ideias e pensamentos sentimos esses estados emocionalmente, experimentamos emoções elevadas, exaltadas, e ligamo-nos a planos elevados. O auto-sacrifício e a abnegação ajudam-nos a libertar-nos do ego.

“Como rezar, como criar arrependimento”

how we pray

O que significa rezar mecanicamente? Como é que podemos criar um relacionamento com Deus?

Existem falsas emoções positivas que devem ser eliminadas porque elas são somente o inverso das emoções negativas. O orgulho e a vaidade são somente o lado oposto da pena de si próprio. Regozijar-se é então substituído por inveja, agressão, sentir-se ofendido quando alguma coisa acontece a si mesmo. A excitação do lucro é rapidamente substituída pelo medo de poder perder tudo. A falsa alegria é substituída por desapontamento, etc. É por isso que é importante não ceder a falsas emoções positivas.

Quando as emoções exaltadas verdadeiras se tornam muito intensas, elas unem-se com as formas de emoção mais elevadas. Nesses momentos a pessoa experimenta claridade e de repente obtém a percepção de como viver, a que dedicar a sua vida, etc. Este é um momento de revelação do plano divino.

Qualquer prática espiritual tem o objectivo de nós levar às emoções elevadas. E é dessa maneira que podemos determinar se a pratica teve sucesso. De outra maneira, o exercício é feito mecanicamente, somente com o corpo ou mente, mas sem a participação da alma.

Você deve tentar ligar-se a sentimentos de amor para com as pessoas de todo o mundo regularmente. Tente sentir isso no seu coração e tente espalha-lo ao seu redor. É melhor fazê-lo enquanto faz respirações profundas.

Arrependimento – Esta é emoção elevada de se render a Deus. Não é depressão, ou pessimismo, ou autoflagelação ou desânimo. É a renúncia do mal, do automatismo, da mentira, da identificação com a ilusão. As emoções elevadas podem ser cultivadas em qualquer lugar – em viajem, enquanto ouve um cantar divino, enquanto come (se por exemplo recorda quantas pessoas morrem de fome, enquanto que Deus deu para si muito o que comer), etc. A prática espiritual sem emoções elevadas não funciona. Torna-se um exercício formal sem qualquer utilidade. As emoções elevadas alimentam a alma e a elevam a Deus.

Amor – É a fonte de todas as emoções elevadas. Para sentir grande Amor, é necessário cultivar todo o espectro de emoções elevadas. Estas as principais são: alegria, generosidade, perdão, humildade, consciência, gratidão, bondade, compaixão, dedicação, abertura, sinceridade, empatia, piedade, e outras.

Cantar – Em tempos antigos, e mesmo não á muito tempo atras, as pessoas cantavam enquanto trabalhavam. Isto era feito para activar o centro emocional e cultivar emoções elevadas e colocar o coração no trabalho. Essa tradição deveria ser revitalizada. Nós não devemos trabalhar como escravos ou cavalos. Cursos deveriam ser organizados para que as pessoas aprendam canções espirituais para que as possam cantar enquanto trabalham.

É bom cantar num coro de 2 a 4 pessoas enquanto se faz trabalho físico. Se uma pessoa trabalha sozinha ela pode cantar o que deseja. O mais importante é despertar emoções elevadas e colocar a sua alma no trabalho. Dessa maneira, você pode pensar sobre o bom serviço que está a fazer e que você está a enviar Amor para o mundo ao servir Deus.

Também é bom cantar enquanto você caminha ou espera por alguma coisa ou em qualquer outra situação – Cante! Como diz o ditado.

Também, para trabalhar bem, a pessoa deve activar o seu centro intelectual. Dessa maneira ela pode observar que partes do seu Eu funcionam e trabalham. Como isto é difícil de fazer, um som pode ser utilizado para ajudar as pessoas a alcançar o estado de consciência ou alerta. Em tempos antigos, um sino era utilizado para este propósito em escolas e mosteiros. No canto tibetano, existem címbalos e trompetes que tocam enquanto decorre o cântico. Você pode utilizar o alarme do seu telefone para esse propósito. Quando começar a tocar, pause por um momento para fazer um exercício de “stop”. Então reze momentaneamente a Deus e peça-Lhe por um estado de consciência e emoções elevadas e depois continue o trabalho.

Se você está a realizar um verdadeiro trabalho, 3 dos seus centros devem estar integrados e não somente 1. Se somente um dos centros está a funcionar, então isto cria um desequilíbrio energético e a pessoa torna-se unilateral.

Você também deve tentar desapegar-se da falsa identificação com o seu trabalho ou com qualquer outra situação. Para fazer isto, tente ver-se a si mesmo da perspectiva de outra pessoa e pensar “ Eu sou um actor, eu estou a fazer este papel neste momento, eu estou num cenário de um filme”. Faça isso de um modo algo exagerado, para que consiga criar um espaço entre a sua consciência, o corpo e identidade.

 Emoções elevadas e emoções negativas.

exalted and negative emotions

Cada pessoa tem uma arca cheia de riquezas não utilizadas dentro dela mesma, tesouros que ela enterrou profundamente – as emoções elevadas, exaltadas. Mas também há aranhas horríveis, tarântulas, escorpiões e cobras dentro dela. Elas criam um sofrimento constante e torturam a pessoa. Essas são chamadas de emoções negativas. A pessoa necessita de abrir os diamantes dentro dela – as emoções elevadas. Neste estado divino de graça, todo o mal irá sair da sua alma. Este é o caminho para Deus, para a salvação.

Amor consciente.

Na Bíblia, Jesus pergunta a Pedro três vezes se ele o ama conscientemente (João 21:15-17). Existem dois significados em Grego, a língua que a bíblia foi escrita. Uma significa amar mecanicamente e a outra, de modo consciente. Pedro respondeu a Jesus três vezes que ele o amava (mecanicamente). Naquele momento ele ainda não compreendia a diferença entre o amor consciente e mecânico.

A diferença aparece especialmente evidente quando nós tentamos amar os nossos inimigos. Nós não podemos amá-los no termo normal da palavra, então tentamos intencionalmente cultivar sentimentos de amor para com eles.

conscious love

Uma pessoa normal somente conhece o amor mecânico. Ela divide as coisas em categorias simples: ela ama algumas coisas e ela não ama outras coisas. Este tipo de amor vai muitas vezes contra a nossa falsa identidade. Nós podemos enamorar-nos de uma pessoa casada, um criminoso, uma pessoa que não nos trata bem. E independentemente dos protestos da nossa falsa identidade, o nosso centro emocional pode experienciar amor para com essa pessoa inadequada. Por outro lado, o nosso centro emocional pode deixar de amar uma pessoa, por exemplo o marido, que nós deveríamos de amar, baseados nas crenças formadas pela sociedade da nossa falsa identidade e que pode ser o ideal para nós em todos os sentidos. O nosso centro emocional pode simplesmente perder atracção por esta pessoa, apesar da atitude da mente. Nós realmente não temos controlo sob esses processos. Uma pessoa não sabe com quem se irá enamorar e com quem e quando irá deixar de sentir amor. Tudo isto normalmente acontece inesperadamente para a pessoa, e não segue as regras estritas da logica. Em vez disso, segue o princípio irracional do centro emocional e a pessoa tem pouca compreensão dos seus acontecimentos internos.

conscious love 2

O Amor consciente aparece intencionalmente quando uma pessoa aprende a controlar este centro emocional e a cultivar emoções elevadas. Isto acontece quando uma pessoa aprende a construir relacionamentos com as pessoas através da sua própria vontade, e no processo cultiva o sentimento mais importante –  Amor. O culminar deste processo é a capacidade de experienciar Amor para com os seus inimigos. É comum que a pessoa não sabe nem amar-se a si mesma ou os seus amigos. É por isso que é tão difícil amar os nossos inimigos.

O processo ocorre através de diferentes estágios.

Primeiro – o perdão. Uma pessoa deve aprender a perdoar as pessoas, tal como Jesus o fez na cruz quando ele disse, “Perdoa-os, pois eles não sabem o que fazem”. Você deve ver os seus inimigos, como almas perdidas, vítimas das circunstâncias que se tornaram inimigos inconscientemente. Tudo na sua vida é um acaso. Eles são escravos da opinião pública e das influências dos planetas e a vida têm-nos do outro lado da barricada. Algumas pessoas são os seus amigos outras os seus inimigos. Estes são apenas papéis no grande teatro cósmico de Deus. É este tipo de atitude que o irá ajudar a ver a situação de outra forma e ajudá-lo-á a parar de ter emoções negativas para com os seus inimigos.

O próximo passo é começar a pensar que todos nós somos crianças de Deus e que mais cedo ou mais tarde todos nós iremos compreender isso (no plano subtil quando morrermos). Quando nos reunirmos com Deus nós iremos ver os nossos inimigos como irmãos e irmãs. Nós iremos ver que só por ignorância e incapacidade de compreensão é que os víamos como o inimigo. Iremos compreender que somos todos parte de um Deus e que nós devemos amar os nossos inimigos pois eles são parte de Deus, tal como nós somos, e que eles simplesmente actuam nesse papel, neste grande jogo de Deus. Tais pensamentos irão ajudar-nos a ver a situação de uma perspectiva diferente.

De seguida, você pode sintonizar-se com o sentimento de Amor focando-se em algo que você ama e depois expandindo esse sentimento. Transferindo depois esse sentimento para aqueles que então você considerava seus inimigos.

Este é o caminho para o amor consciente de que Jesus falava a Pedro que pode ser alcançado. “ Deus é Amor. Quem permanece em Amor, permanece em Deus. Não existe medo no Amor, pois medo é sofrimento. Quem tem medo é imperfeito no Amor, o Amor perfeito conquista o medo”

Pedro ficou com medo quando Cristo foi crucificado. Ele o negou três vezes, tal como Cristo tinha previsto. Isto acontece porque Pedro não tinha estado consciente. Ele tinha um conflituo interno. Uma parte dele amava Cristo e outra parte ficou com medo de que ele também seria crucificado. A Pedro faltava uma consistência interna.

O Amor consciente pode existir constantemente, independentemente das circunstâncias externas, porque uma pessoa com consciência está atenta a todos os processos que ocorrem dentro de si mesmo. Ela é capaz de permanecer consciente sob a pressão das circunstâncias externas e não se torna escravo delas.

 A Raiz do Mal.

O que previne as pessoas de manifestar a Paz na Terra e como pode ser alcançada?

Se todas as pessoas na Terra fossem bondosas umas com as outras, tivessem compaixão, empatia, piedade e experimentassem todas as outras emoções elevadas, a Terra seria o paraíso.

root of evil

Assim que o sentimento de separação ocorre, guerras, conflitos, o desejo de conquistar e destruir aparece. Esta é a razão pela qual existem guerras entre países, guerras civis, cruzadas, jihad, ou a caça às bruxas. A ideia de separação cria o ego e isto leva a conflitos entre as pessoas. Estes tipos de separação e distinções são muito uteis para os políticos, que se agarram à ideia de separação e tentam liderar o movimento atiçando as pessoas umas contra as outras, através de ideologias. Os Cristãos são atiçados contra todas as outras religiões, os Muçulmanos contra os Cristãos. Hitler manipulou os alemães contra outras nações, Lenine agitou as massas contra a minoria rica, etc. Tudo isto leva a guerras, conflitos, assassinatos, violações, e no final os dois lados sofrem.

A ideia de separação está tão profundamente enraizada na mente das pessoas que criou um ego e agora as pessoas estão em constante conflito entre elas. Existem lutas pelo poder em todas as famílias – “Quem é que vai despejar o lixo?” – Existe uma competição constante – “Quem é o primeiro? Quem é que é deixado para ultimo? Quem é que é mais rico? Quem é que é mais pobre? Quem é que se irá tornar chefe? Quem é que irá ganhar a promoção? “

Tudo isto cria emoções negativas e o inferno na Terra.

Para pôr um final a esta situação horrível todas as pessoas necessitam de cultivar emoções elevadas e trabalhar para eliminar a ideia de separação de dentro das suas mentes. As todas as pessoas precisam aprender a ver toda a gente como irmãos e irmãs, aprender a ser mais sincero, bondoso e em vez de tentar separarem-se uns aos outros, tentar unir-se uns aos outros no Amor, ajudar-se uns aos outros, tentando fazer mais boas acções uns para os outros.

If you have any problems with the payment or receipt, after payment of the goods at our website, please contact us info@newcenturybooks.com